Blog

Resenha da Participação da Dra. Cecília Aguiar no III COBROHI falando sobre desospitalização e a interação entre Odontologia Domiciliar e Hospitalar.

A Dra. Cecília Aguiar palestrou no III Congresso do Colégio Brasileiro de Odontologia Hospitalar e Intensiva (CBROHI). O evento tem como tema: “A amplitude da Odontologia Hospitalar e a importância da interdisciplinalidade na assistência do paciente” está sendo palco de importantes debates.

Em sua palestra, situou o Home Care odontológico como um dos recursos que favorecem a desospitalização e o que ela representa em termos de humanização na assistência à saúde, de qualidade da assistência (incluindo segurança do paciente, tratamento individualizado, oportunidade, eficiência e efetividade) e de utilização racional de recursos (diminuição do tempo de internação, do uso de antibióticos e dos custos financeiros).

A atual tendência de remover o paciente do hospital tão logo seja verificada que sua permanência não está contribuindo para a melhora clínica e a continuidade dos cuidados em domicílio junto a uma equipe de saúde é um desafio do ponto de vista operacional e cultural e revoluciona o modelo centrado no ambiente hospitalar, como explicou dra. Cecília. Esta mudança de paradigma faz com que a Odontologia Hospitalar e a Odontologia Domiciliar se tornem cada vez mais complementares.

Em sua palestra, a Dra. Cecília traduziu este cenário e explanou sobre pontos em comum das duas áreas como:

(1) o ambiente diferente do consultório tradicional,

(2) o atendimento a pacientes críticos e com múltiplas morbidades, a saúde bucal dos mesmos que deteriora à medida em que o tempo de internação se prolonga.

(3) os mesmos objetivos específicos de eliminar focos de infecção, de minimizar consequências bucais de alterações sistêmicas, de sanar a dor e desconfortos, de contribuir para a redução do uso de fármacos, de proporcionar autoestima e qualidade de vida e de morte,

(4) a prevenção contra a pneumonia como um dos principais focos de atuação do cirurgião-dentista,

(5) a necessidade de trabalho em equipes interdisciplinares,

(6) a necessidade do treinamento da equipe de apoio (técnicos de enfermagem e cuidadores) para os cuidados bucais diários,

(7) a judicialização como meio cada vez mais frequente de garantia de assistência odontológica via saúde suplementar

(8) a legislação que aborda simultaneamente as atuações domiciliar e hospitalar.

Além disso, falou sobre as peculiaridades do projeto de lei n.34/2013 (desarquivado em 04/04/19), que torna obrigatória a prestação de assistência odontológica a pacientes em regime de internação hospitalar, aos portadores de doenças crônicas e, ainda, aos atendidos em regime domiciliar na modalidade home care.

Em resumo, momentos de trocas importantes e de uma interação cada vez mais profunda entre a Odontologia Hospitalar e a Odontologia Domiciliar. E a Dra. Cecília, com certeza, se sentiu honrada pela oportunidade de conectar e compartilhar estes conhecimentos.

Confira as fotos da palestra aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Como podemos ajudá-lo?
Entre em contato diretamente pelo WhatsApp clicando no botão abaixo ou pelo (84) 99603-5566.
Powered by