Blog

Longevidade e os problemas bucais

A longevidade é uma das grandes conquistas das sociedade, e associada a queda da natalidade, vem provocando um envelhecimento significativo da população. Diante deste quadro, espera-se o aumento de doenças prevalentes do idoso como as cardiopatias, artrites, nefropatias, diabetes, osteoporose e doenças neurológicas degenerativas, afinal, nem todas as pessoas envelhecem com saúde.

E o paciente idoso, em alguns casos, necessita de atenção especial devido aos problemas acumulados ao longo da vida, ao maior uso de medicamentos e seus efeitos colaterais, ao risco aumentado de desenvolver problemas bucais e, principalmente, ao fato de estes problemas influenciarem negativamente a saúde como um todo.

Como exemplos de problemas bucais mais comuns nessa faixa etária, podemos citar maior prevalência de neoplasias bucais (câncer bucal), alterações gengivais, cáries radiculares, desgastes e perdas dentárias, hipersensibilidade dentinária, retração gengival, hipossalivação e xerostomia, ardência bucal, alterações no paladar e halitose.

Por isso, cuidar da saúde bucal do paciente idoso não é supérfluo, é necessário. Afinal, alterações bucais podem influenciar toda a saúde, favorecendo doenças como as pneumonias e infecções cardíacas e influenciando no controle do diabetes e na progressão das terapias antineoplásicas, por exemplo.

A H3 Odonto te ajuda a fazer isso com praticidade, eficiência e conforto! O atendimento odontológico em domicílio é tão efetivo quanto o realizado no consultório convencional e a maioria dos procedimentos podem ser executados sem preocupações com dificuldades de deslocamento, tempo de espera ou acompanhantes, tanto em sua residência quanto em hotéis geriátricos ou hospitais.

Faça contato e agende agora mesmo a avaliação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Olá! Como podemos ajudá-lo?
Entre em contato diretamente pelo WhatsApp clicando no botão abaixo ou pelo (84) 99603-5566.